Search

Documentário “Máquina do Desejo” revela a vida e o legado do diretor e sua luta pela arte e liberdade no teatro brasileiro

 

Há um mês o Brasil dava adeus ao célebre artista e diretor de teatro José Celso Martinez Corrêa, o eterno Zé Celso. E para celebrar sua pulsão de vida, vital também para as artes do teatro no Brasil, duas semanas após sua partida veio a estreia do documentário Máquina do Desejo, que tinha previsão de lançamento apenas para outubro. Com direção de Joaquim Castro e Lucas Weglinski, o filme entra em cartaz no Cine Brasília a partir desta quinta-feira, 3 de agosto. A obra retrata de forma singular o trabalho contínuo que abrange mais de seis décadas de história política e artística do Teatro Oficina Uzyna Uzona, tendo Zé Celso à frente como figura central.

Ao longo de 65 anos, o Teatro Oficina sempre enfrentou inúmeros obstáculos, desafiando regimes autoritários e enfrentando a censura, ao mesmo tempo em que se envolvia em questões sociais urgentes. O documentário nos leva a reviver momentos cruciais e desafios enfrentados por Zé Celso em sua saga pela defesa do teatro brasileiro. Durante sete anos, os diretores se dedicaram a pesquisar um vasto acervo com mais de seis décadas de registros que abrangia filmagens de cineastas e videomakers, arquivos de cinematecas, TVs nacionais e internacionais, além de inúmeras gravações feitas pelo próprio Teatro Oficina. O resultado é o maior registro histórico já produzido sobre uma das mais antigas companhias de teatro em atividade contínua no Brasil.
O filme fica em cartaz no Cine Brasília até o dia 10, com sessão às 20h30, com exceção do dia 9, que terá programação especial no mesmo horário.

 

OUTRAS ESTREIAS

Integrando a programação desta semana, o filme Despedida, premiado  no 19º Fantaspoa (Melhor Filme) e no 50° Festival de Cinema de Gramado (Melhor Atriz e Direção de Arte) passa a ser exibido a partir de quinta. Com direção de Luciana Mazeto e Vinícius Lopes, o filme conta a história de Ana (Anaís Grala Wegner) que, após a triste perda de sua avó, retorna à casa onde sua mãe nasceu,imersa em lendas sobre bruxas e seres misteriosos.

Outra estreia da semana é a obra Depois de ser cinza, do cineasta gaúcho Eduardo Wannmacher. Filmado em Porto Alegre e na Croácia, o filme conta a história de Isabel (Elisa Volpatto), Suzy (Branca Messina) e Manuela (Silvia Lourenço), as três envolvidas com o mesmo homem, Raul (interpretado por João Campos), com quem compartilham momentos e lugares especiais diferentes. O longa possui recursos de acessibilidade de libras, legendas e audiodescrição através do aplicativo Mobi LOAD.

Abrindo o longa, o curta Arco do Tempo, de Juan Rodrigues, selecionado na Chamada Pública do Cine Brasília, será  exibido em todas as sessões. Através de uma narrativa sensível, o curta desafia as convenções e barreiras de gênero, desconstruindo estereótipos para apresentar uma visão autêntica e poderosa da existência humana.

 

PRÉ-ESTREIA

No dia 10 tem estreia nacional do filme O Espaço Infinito, mas o Cine Brasília ganha pré-estreia exclusiva no dia 9, com sessão às 20h30. A obra do diretor Leo Bello explora os desdobramentos e as profundas transformações que a alteração da consciência pode trazer para a vida de uma pessoa. Com uma visão intrigante do universo “mágico” que a psique humana pode alcançar, o filme mergulha nas complexidades do autoconhecimento e aborda o tratamento da saúde mental em relação a um transtorno psicótico.

Filmado em Brasília, o longa gira em torno da protagonista Nina (Gabrielle Lopes), que embarca em uma jornada interna fascinante pelo seu inconsciente. Nesse processo, somos conduzidos a compreender as manifestações simbólicas do inconsciente e suas interpretações, desvendando os mistérios de uma mente em busca de cura e despertar para o amor.

O filme aborda questões profundas, desde a luta pela recuperação e o retorno à realidade até a exploração da conexão entre a mente e a alma. Ao tocar em temas como autoconhecimento, saúde mental e amor, O Espaço Infinito oferece uma experiência cinematográfica que nos leva a questionar a natureza da consciência e a complexidade da experiência humana. É uma jornada envolvente e emocionante, que nos convida a refletir sobre os aspectos mais profundos da vida e da mente humana.

 

EM EXIBIÇÃO

O Cine Brasília continua exibindo a mostra A Ascese da Purificação – 3x Bresson, parceria com a Cinemateca da Embaixada da França e o Institut Français, que está em sua última semana. A mostra é uma oportunidade imperdível para mergulhar em narrativas profundas, atuações envolventes e uma abordagem cinematográfica única com as obras Lancelot Do Lago, A Grande Testemunha e O Dinheiro. As sessões da mostra contam com ingressos a um preço único de R$5.

Ainda dentro da programação, o filme Capitu e o Capítulo continua em cartaz. A obra, do cineasta carioca Júlio Bressane, diferente do que se possa imaginar, não é uma adaptação do clássico “Dom Casmurro” de Machado de Assis, mas um trabalho original que carrega uma singularidade e o estilo únicos do diretor.


PROGRAMAÇÃO CINE BRASÍLIA
03 A 09 DE AGOSTO


QUINTA-FEIRA (03/08)
10h00 – Despedida
14h30 – A Grande Testemunha (Mostra 3x Bresson)
16h30 – Capitu e o Capítulo
18h20 – Arco do Tempo + Depois de ser Cinza
20h30 – Máquina do Desejo

 

SEXTA-FEIRA (04/08)
10h00 – Despedida
14h30 – O Dinheiro (Mostra 3x Bresson)
16h30 – Capitu e o Capítulo
18h20 – Arco do Tempo + Depois de ser Cinza
20h30 – Máquina do Desejo

 

SÁBADO (05/08)
10h00 – Despedida
14h00 – Lancelot do Lago (Mostra 3x Bresson)
16h30 – Capitu e o Capítulo
18h20 – Arco do Tempo + Depois de ser Cinza
20h30 – Máquina do Desejo

 

DOMINGO (06/08)
10h00 – Despedida
14h30 – A Grande Testemunha (Mostra 3x Bresson)
16h30 – Capitu e o Capítulo
18h20 – Arco do Tempo + Depois de ser Cinza
20h30 – Máquina do Desejo

 

SEGUNDA-FEIRA (07/08)
14h30 – O Dinheiro (Mostra 3x Bresson)
16h30 – Capitu e o Capítulo
18h20 – Arco do Tempo
20h30 – Máquina do Desejo

 

TERÇA-FEIRA (08/08)
10h00 – Despedida
14h00 – Despedida
16h30 – Capitu e o Capítulo
18h20 – Arco do Tempo + Depois de ser Cinza
20h30 – Máquina do Desejo

 

QUARTA-FEIRA (09/08)
10h00 – Despedida
14h00 – Lancelot do lago (Mostra 3x Bresson)
16h30 – Capitu e o Capítulo
18h20 – Arco do Tempo + Depois de ser Cinza
20h30 – Pré-estreia “O Espaço Infinito”

 

 

Curtiu a programação?  Acompanhe os horários no site e aproveite para assistir importantes obras do audiovisual ao longo da semana. Desde 2022, a casa do cinema brasileiro possui uma nova gestão compartilhada entre a OSC Box Cultural e a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal. O espaço cultural segue sob a direção geral de Sara Rocha e curadoria de Sérgio Moriconi.

📲 Siga o Cine Brasília no Instagram.

Precisa de ajuda?