Search

foto colorida em ambiente externo de um homem branco, com cabelos curtos, castanho claros e camiseta azul deitado ao lado de uma menina branca, de cabelos médios, lisos e castanhos, com camiseta verde listrada de preto. Estão deitado ao lado de uma piscina e olham pra cima.

Prossegue nesta semana o dezembro especial do Cine Brasília a terceira semana da Mostra VÁ E VEJA – Retrospectiva 2022 (Parte III), trazendo novos filmes não incluídos na primeira e segunda partes, além de dar uma segunda oportunidade para rever outros exibidos nas duas partes anteriores. Junto à mostra, seguem em cartaz durante toda a semana os longas Aftersun e O Tesouro do Pequeno Nicolau, sendo que este último em versões dublada (na sessão matutina) e original com legendas em português nas sessões da tarde. Ambos os filmes são dois dos grandes lançamentos deste ano, o primeiro para o público adulto e o segundo para crianças e jovens. Aftersun frequentou todas as listas de melhores do ano no Brasil e no exterior. O Tesouro do Pequeno Nicolau traz ,mais uma vez, uma das personagens mais amadas do cinema francês destinada para o público jovem.

Já a terceira semana da Mostra Vá e Veja – Retrospectiva 2022, inclui outros importantes filmes lançados neste ano. Entre eles, o brasileiro Marte Um, do mineiro Gabriel Martins, obra singela e humanista, com diretor e elenco composto por negros, o português Vitalina Varela, obra ousada e experimental de Pedro Costa, cineasta cult europeu de grande prestígio. Junto a esses mencionados, @arthur.rambo – Ódio na Redes, do iconoclasta diretor francês Laurent Cantet, deve provocar acirradas discuções sobre o tema do uso das redes sociais, ferramenta ambígua com seu atributo de criar falsos perfis e fatos e transformar o mundo num verdadeiro campo minado, onde verdade e mentira são como irmãos xifópagos.

Os ingressos para as sessões que acontecem entre o dias 29 de dezembro e 4 de janeiro podem ser comprados através do site ingresso.com e também nas bilheterias do Cine Brasília.

A casa do cinema brasileiro possui uma nova gestão compartilhada entre a OSC Box Cultural e a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal. Sob a direção geral de Sara Rocha e a curadoria de Sérgio Moriconi, o espaço cultural celebra o início de um novo ciclo.

Precisa de ajuda?